terça-feira, 9 de junho de 2009

Voo Final, de Ken Follett


Em Junho de 1941 a Dinamarca encontra-se sob a ocupação de Hitler, enquanto a Grã-Bretanha é a única potência europeia em condições de fazer frente ao avanço dos nazis. Mas os aviões que partem em missões de bombardeamento são sistematicamente abatidos pelos esquadrões germânicos, como se de algum modo estes conhecessem os planos de ataque da Royal Air Force. Entretanto os Serviços Secretos Ingleses interceptam um sinal de rádio da Luftwaffe em que é mencionado o nome de código "Freya" e Hermia Mount, uma agente do MI6 é destacada para investigar o que está a beneficiar os alemães e isso leva-a numa missão secreta à Dinamarca... Ao mesmo tempo, na pequena ilha de Sande, o jovem Harald, estudante de física, encontra numa base secreta dos alemães algo cuja descoberta pode ser vital para mudar o curso dos acontecimentos... Um thriller empolgante de enredo complexo e absolutamente absorvente, baseado num caso verídico, pela mão do grande mestre da arte de contar que é o mundialmente famoso Ken Follett.

Fui louco em pensar que Ken Follett conseguia criar uma obra-prima como "Os Pilares da Terra" de novo.
No entanto, este livro prova uma coisa: Ken Follett é um escritor de qualidade. É alguém que se sente bem no meio das páginas, e que facilmente nos atinge e nos obriga a virar as páginas!

É um bom livro. Confesso que esperava mais, mas à medida que a leitura avançou fui-me habituando a este género tão diferente de "Os Pilares da Terra", pelo que foi uma questão de tempo até me viciar totalmente!
Aconselho o livro, isto porque qualquer fã de thrillers ou policiais vai adorar!

É, principalmente, um livro para quem se sente bem a ler algo deste género.

Para quem não sabe, este autor tem imensos livros que se passam durante a 2.ª Guerra Mundial. Portanto, é um escritor que já está muito à vontade dentro dessa época. Ora, "Voo Final" é um livro relativamente recente. Fiquei com bastante vontade de ler mais livros de Follett, pois sente-se que é um perito na 2.ª Grande Guerra!

Por outro lado, o grande ponto negativo neste livro é precisamente esse à-vontade em relação à época em que decorre. Digamos que, uma vez que Follett está tão familiarizado com o tema, acaba por deixar com que o livro perca alguma profundidade; está tão habituado à guerra que acaba por escrever com uma naturalidade que estranha a quem como eu está a ler o primeiro de Ken dentro deste género. Acho que é por isso que esse livro não me agarrou tanto quanto esperava: faltou aquilo que caracterizava "Os Pilares da Terra", já que essa foi sim a primeira excursão do autor à Idade Média. "Voo Final" acaba apenas por ser mais um dentro da 2.ª Guerra Mundial.

No entanto, volto a dizer que gostei muito de lê-lo. Aliás, Ken sabe mesmo agarrar-nos! Tem uma facilidade extraordinária em criar personagens interessantes!
Muitos picos de emoção ao longo da leitura! É especialmente empolgante depois de metade lido, quando os acontecimentos se precipitam, quando as personagens já estão bem definidas e o leitor consegue desligar-se um pouco da sensação de normalidade.
Não diria um enredo complexo. E absorve-nos pontualmente. É mais um livro dentro do tema da Segunda Grande Guerra, aliás é mais um livro no meio da bibliografia do autor.

Mas é sem dúvida uma leitura vinda de alguém que é um mestre na arte da escrita e do conto!!! E irá sem dúvida delirar os fãs dentro do género. E tenho a certeza que quem gosta da 2.ª Guerra Mundial vai adorar também o livro... O meu problema foi só um: esperar algo à medida de "Os Pilares da Terra". Depois de lermos este género de Ken Follett, é uma questão de tempo para nos habituarmos, já que no que toca à Segunda Guerra Mundial Ken escreve com habilidade. Sem ser muito imprevisível, fui recompensado com páginas de uma leitura interessante, uma história sempre empolgante e a escrita de um autor que já considero um mestre de livros sobre a 2.ª Grande Guerra!

16 comentários:

Mariane disse...

O Compartilhando Leituras é um novo blog que está no ar. Faça uma visitinha quando puder e deixe seu comentário. Obrigada!!!

compartilhandoleituras.blogspot.com

Maria Manuela disse...

Eu gostei muito de ler "Voo final".
Mas, e ao contrário de ti que já leste mais obras deste autor, não posso estabelecer o tipo de comparação que fazes. Como foi o primeiro livro que li dele, as minhas expectativas não eram tão elevadas como as tuas.
Sei que fiquei curiosa em ler mais livros dele. E pelos vistos acho que já sei qual será o próximo... Tenho realmente que acrescentar "Os Pilares da Terra" à minha lista de livros a adquirir :)

Continuação de boas leituras

Ana Carolina disse...

Pedro, gostei tanto do teu comentário em relação à música dos Sigur-rós.

É essa sensação que me faz transportar para um mundo irreal, que nos faz pensar e sentir uma calmia única, que só os sigur-rós sabem transmitir :)

Visita sempre :) (e visita também o do André)

Beatriz disse...

Adoro, ADORO o tema da 2ª Guerra Mundial!

Carla Martins disse...

Amooo o tema dio livro e já estive com ele na mão pra comprar!

Ana Carolina disse...

Tenho o livro da Anatomia de Grey ;)

Carla disse...

a 2ª guerra mundial é um tema que tem gerado óptimos livros...a tua sugestão está registada

passei também para te falar do lançamento do meu livro "In-Finitos Sentires" a 27 de JUnho na Biblioteca de Valongo...aparece se puderes
beijo

Lili disse...

Olá Pedro, acabei de adquirir Mundo sem Fim deste mesmo ator, pretendo ler assim que terminar os seus dois antecessores: Os Pilares da Terra.

Mudando de assunto, tem um prêmio para vc no meu blog!! Me dá uma vistinha e pegue lá o seu ;)

bjs
Lili

flicka disse...

O primeiro e único livro que li do Ken Follet foi "O nome de código: leoparda" e também se passava na 2ªGuerra Mundial mas com um tema ainda mais empolgante sobre as mulheres da SOE. Tenho outros deste autor com temas variados: guerra fria, clonagem, terrorismo, etc... De facto, Ken Follet é um excelente contador de histórias de espionagem que é como eu gosto. ;-)

Beatriz disse...

Tens um presente no meu blog :)

Isabel Maia disse...

Pedro, como para mim o teu blog tem um estilo intraduzível, deixei-te um pequeno "miminho" no meu.

Boas leituras :)

Homem do Leme disse...

Olá Pedro,

tens um prémio à tua espera no meu blog.

anaaaatchim! disse...

Tenho este livro, e estou ansiosa por lê-lo =) Vai passar à frente dos Pilares da Terra, que acho que precisam de mais tempo de digestão. Dá-me impressão que este Vôo Final se enquadra mais no género de A Ameaça que foi o único que li do autor até hoje. (mas ainda quero adquirir O Homem de Sampetesburgo e o Mundo sem Fim)

Carlos disse...

Não conhecia este blog, e eis que deparo com um fã de Follettt!!

Eu sou um fã total de Follett, já consegui ler todos os seus livros (os que não há em português, li em espanhol).

A minha análise em relação à obra deste autor:

1- Para mim, o melhor livro é mesmo "os pilares da terra", seguido de "um mundo sem fim"

Por isso, para quem conhece esses livros e espera encontrar melhor, acho que não há.

2- No entanto, Follett tem muitos outros livros interessantes, embora de estilos diferentes.

3- Mais próximo dos dois citados, temos "uma fortuna perigosa (a dangerous fortune)" e "um lugar chamado liberdade (a place called freedom)
São histórias escritas na mesma altura de "os pilares da terra", embora decorram em épocas muito mais recentes século 19 e 17, salvo erro)

4- Palpita-me que o próximo livro a ser publicado em Portugal será "Jackdaws" (título espanhol: "alto riesgo"), que decorre no final da 2ª guerra mundial, entre a resistência francesa)

5- já agora, tanto quanto já vi escrito por Ken Follett, a próxima obra será uma trilogia que decorre ao longo de todo o século XX, cujo primeiro volume será editado em 2010.

abraços

Pedro disse...

Mariane,
Boa sorte com o novo blogue! A minha visita é garantida ;)

Maria Manuela,
para mim, "Os Pilares da Terra" é MESMO uma obra monumental. Este aqui acabou por ser um policial à Ken Follett, reconheço =)

Ana Carolina,
guardo essa música nos meus Favoritos! ^^
Hehe e ainda tenho de ler o livro da Anatomia de Grey.

Beatriz,
então lê este livro! Também gosto bastante, e Follett é um autor muito à vontade neste campo =)
(obrigado pelo mimo!)

Carla Martins,
Acho que vais gostar então ;) Vale a pena!

Carla,
não pude deslocar-me até Valongo, mas parabéns pelo novo livro, espero que tenha sucesso!

Lili,
obrigado pelo prémio!
Vais ter de ler "Os Pilares da Terra", acho que vais adorar!!!

Flicka,
eu é que não sou grande fã de espionagem, senão apreciaria mais o romance... Mas podes crer que fiquei ansioso por ler mais!

Isabel Maia,
obrigado! =O que grande elogio! =)

Homem do Leme,
muito obrigado pelo prémio =)

Anaaaatchim,
pois é, e de facto gostaste! =D

Carlos,
bem, isso é que é um fã! Eu de facto ADOREI Os Pilares da Terra e Um Mundo Sem Fim, e já perdi a ilusão de os restantes livros os igualarem.
Apontei "Uma Fortuna Perigosa" e "Um Lugar Chamado Liberdade", por causa de ti vou encontrá-los a todo o custo! Confio na tua palavra.

Um grande abraço

UNCLEZÉproject disse...

Estou a terminar a leitura deste livro, e é absolutamente apaixonante!! Espionagem é delicioso!

Quem também lê