sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Guia Prático para Cuidar de Demónios, de Christopher Moore

Nesta engenhosa narrativa de Moore encontramos um dos pares mais dissonantes de que há memória nos anais da Literatura. O bem parecido é um ex-seminarista e académico “de estrada”, de cem anos de idade, Travis O’Hearn. O verde é Catch, um demónio com o péssimo hábito de comer praticamente todas as pessoas que conhece. Por detrás da falsa fachada Tudor de Pine Cove, Catch vê um bufete de quatro estrelas. E Travis julga ter descoberto a forma de se livrar do seu companheiro de viagem, de dentes aguçados. Mas, entretanto, os bêbados, as neo-pagãs e os sedutores caloteiros de Pine Cove têm outros planos e ninguém está minimamente preparado, quando o inferno estoira! "Christopher Moore está, rapidamente, a converter-se no autor de culto dos dias de hoje, ocupando o lugar em tempos preenchido por Kurt Vonnegut."
Denver Post

Estou deliciado com esta leitura!

É um livro diferente. Minimamente original (ATENÇÃO!!! Minimamente...). Porque é verdade que podia ser mais.
Aliás, se houve coisa que faltou foi profundidade.
Mas a verdade é que esse não era o objectivo!

A meta deste livro é entretenimento! Como é que a leitura pode ser entretenimento, como um filme de domingo à tarde? Este livro é a resposta!

Mistura montes de comédia (genial) com algum terror (é mais a história que puxa para o terror do que propriamente o que leitor sente, mas também tem aqueles momentos assustadores, tem sim!) com uma história que, sem ser aprofundada ao máximo dos máximos, entretém e interessa como o diabo! Literalmente, é interessante como o diabo.
Tem também uma certa vertente crítica à religião, mas sinceramente acho que isso é mais uma paródia do que outra coisa!

Travis anda com o demónio Crash há uns 70 anos, e desde então não envelhece e tem de cuidar deste demónio, já que é o seu amo. O problema é que o demónio mata praticamente todos os humanos que conhece para se alimentar. Quando Travis julga ter encontrado a solução da liberdade, conhece Jennifer, que se separou do marido Robert, que não sabe do paradeiro do seu amigo Brisa, já que o agente Rivera anda atrás do amigo, que por acaso foi comido por Crash, que julga ter encontrado uma solução também para se libertar, e conhece Rachel que lidera um grupo do qual Jennifer faz parte.
Ou seja: Pine Cove vai rebentar quando Travis e Crash chegam. Ah, e porque o Rei dos Djinn anda atrás de Crash, toda a cidade de Pine Cove vai finalmente poder dizer "Nesta cidade acontece alguma coisa!".

É um livro hilariante, com a sua pitada de terror e um final que deixa o leitor satisfeito. Um final que lá tem as suas reviravoltas e que nos deixa com vontade de ler mais sobre estes seres demoníacos!

A escrita de Moore é de tão fácil leitura que nem vale a pena poisar o livro. Não há momentos chatos. Há sempre alguma coisa a acontecer! E Moore é tão esperto que consegue arranjar humor onde pensamos não haver espaço!

Foi uma leitura diferente e que apreciei bastante. Gostei imenso da história e das personagens.

Não há nada de profundo na história, embora a sinopse o dê a entender. Aliás, é o que mais me custou. Vamos lendo e ficamos cativados pelo enredo, mas não há profundidade na história.

Aconselho a todos, principalmente se procuram algo diferente e que dê para rir um bocado. Diferente.
E digo: este livro dava um filme. Aliás, sou sincero, este livro é, em tudo, um filme. Parece que foi escrito de propósito para ser adaptado ao grande ecrã.

11 comentários:

Rui Bastos disse...

Tenho imensa curiosidade para ler este livro, e graças a ti acabou de subir na minha wishlist xD

Iceman disse...

Cada título marado...

;)

Mas fica debaixo de olho, pela tua opinião, parece-me interessante.

Carla Martins disse...

NOSSA, PARECE SER ÓTIMO!

Passando pra desejar um fim de semana maravilhoso!

João disse...

Adoro Christopher Moore!

Já tinha delirado com "O Anjo mais Estúpido", então com este, mal posso esperar.

;)

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...sentidos
del
alma
llenos
del
texto
al
dar
pedro
letras
del
corazon
que
abre
luz
a la
vida
siempre...


desde mis --- horas rotas---

te sigo pedro ,comparto tu

bello blog , con un fuerte

abrazo de libros dentro.


afectuosamente pedro :

jose
ramon...

marcia disse...

Curiosidade... é o que me suscita este livro desde que ouvi falar dele... uma leitura a ter em conta!

Patrícia disse...

Olá olá
Parece-me ser um livro óptimo para algumas horas. Às vezes um livro completamente non-sense sabe tão bem!
Obrigada pela sugestão.

Canochinha disse...

Também o tenho cá em casa, mas não faço a mínima ideia de quando o vou ler... Apesar de achar que deve ser bastante interessante!

Pedro disse...

Rui Bastos,
é bastante engraçado! É uma leitura de entretenimento...

Iceman,
podes crer! O livro não é TÃO marado quanto isso, mas só mesmo porque faz lembrar um daqueles filmes de fim de tarde!
Fica assim pelo interesse ;)

Carlas Martins,
é muito fixe, se puderes experimenta!

João,
este foi o primeiro que li dele e gostei muito, é um livro bastante engraçado!

Jose Ramon Santana Vazquez,
obrigado por essas palavras! É sentido!

Marcia,
sem dúvida, acho que o título inspira logo interesse =)

Patrícia,
sim, podes crer! É esse tipo de entretenimento que este livro oferece!

Canochinha,
não é de leitura obrigatória... Mas, se um dia apenas quiseres algo para entreter, este é o ideal!

Um grande abraço

Alex Reis disse...

Em primeiro lugar deixa-me dar-te os parabens pelo incrivel Blog que aqui tens! Muito bom, mesmo :D

Em segundo, identifico me muito contigo no que toca a gostos literários. Também eu já li, amei e me deliciei com "A Loja dos Suicidios", e a semana passada ao passar pelo "Guia prático para cuidar de Demónios" e ao ler a contra-capa despertou me algum interesse, mas deixei passar a oportunidade de adquirir logo o livro...
Mas ao pesquisar na net e encontrar a tua crítica, decidi sem sombra de dúvida ir comprá-lo!
Vou começar a lê-lo.....Agora! xD Abraço ;)

Pedro disse...

Antes de mais, obrigado pelas palavras! =) Fico mais do que lisonjeado, honrado...

Se adoraste "A Loja dos Suicídios", tens de ler "A Mecânica do Coração"! De certeza que também vais adorar, faz parte do mesmo estilo, igualmente belíssimo!
Hehe espero que tenhas uma óptima leitura com este livro! Como disse, é puro entretenimento!

Quem também lê