domingo, 26 de setembro de 2010

DIário de uma Totó, de Rachel Renée Russell

Escola nova. Colega malvada nova.
Paixão nova.
Diário novo, para a Nikki desabafar tudo, tudo...

Bem, o título bem que diz que é o diário de uma totó. Por cumprir tão bem o objectivo, não sei se não achei piada ou se é realmente perfeito.

Nikki é uma adolescente bastante totó. A maneira como se comporta é de uma rapariga tipicamente totó, a maneira como vê as pessoas é tão superficial quanto uma totó pode chegar.
Este livro está extremamente bem apresentado. Todas as páginas parecem tiradas de um diário, com linhas e tudo; está escrito de tal forma que parece MESMO que foi uma adolescente a escrever o livro; tem umas ilustrações engraçadas. O problema é mesmo ser demasiado parvo para meu gosto.

A história em si parece que já foi lida/vista um mon.te de vezes. Não traz nada de novo. As personagens são extremamente fúteis, superficiais, e não consigo dizer que se fale do tema adolescência/identidade, pelo que este livro é mesmo adequado para a normal rapariga que anda no 8.º ano (mesmo aquelas que não lêem, este livro vão ler de certeza). Não tem assim tanta piada quanto parece querer. Basicamente, é um livro que se lê bem porque a maneira como está escrito o permite

Finalmente, este é um livro de raparigas. Nem vale a pena um rapaz olhar duas vezes para este livro, este livro é só e só para raparigas! Está escrito tal e qual como deveria ser, e eu não achei nada fora do normal. Foi uma leitura que deu para relaxar. Como muito bem diz, o diário de uma totó.

6 comentários:

Destante disse...

Tenho de comprar este livro para a minha filhota de 10 anos :D
Para raparigas né Pedro?
:)
Obrigado pela partilha!
A propósito, leste "O Diário de um Totó"?
Eu li e não deve ser muito diferente deste, mas claro abordando os problemas dos rapazes :P
Abraços

Pedro disse...

Acho que fazes bem em comprar para a tua filha! Acho que se vai tornar adequado ;) ela vai gostar.

Não li "O Diário de um Totó", no entanto dizem que é MUITO parecido com este. Aliás, a única diferença deve ser mesmo a personagem principal ser um rapaz!
Quanto aos problemas que aborda, sinceramente há livros bem mais interessantes que discutem a adolescência. Este livro tem mais a identificar-se com raparigas ainda mais jovens, nos inícios da adolescência. Como jovem adulto, leio este livro e acho que é demasiada fantasia lol a realidade não é bem assim... Mas enfim, é o diário de uma totó, onde tudo pode acontecer!

Nuno Chaves disse...

Muitos parabéns Pedro, o teu blogue consta na edição deste mês da Revista Os Meus Livros" como um dos sites do Mês. Parabéns e Obrigado pelo excelente trabalho que tens vindo aqui a desenvolver.

Pedro disse...

Nuno, fiquei ESTUPEFACTO com a notícia! Estou de grande maneira agradecido!
Muito obrigado eu, pois.

Anónimo disse...

será que este livro e adequado para se apresentar numa aula de portugues do 7ºano?

Pedro disse...

Anónimo, acho que tens livros muito mais interessantes para pegar. Para além disso, a forma como está escrito não está à altura daquilo que se estuda em Português...

Se és uma pessoa que não lê muito, ou mesmo que não goste de ler, então este parece-me ser uma boa e divertida experiência!

Quem também lê