sábado, 14 de março de 2009

Beleza Assassina, de Chelsea Cain


Após dez anos no encalço de Gretchen Lowell, o detective Archie Sheridan é raptado e torturado durante dez dias pela lindíssima serial killer. Mas, no final, ela decide, misteriosamente, libertá-lo e entregar-se às autoridades.

Gretchen é condenada a prisão perpétua, enquanto Archie é condenado a outro tipo de prisão: viciado em vários medicamentos, não é capaz de regressar à sua antiga vida e não consegue esquecer aqueles dez dias de tortura... nem Gretchen.

Quando outro assassino começa a raptar e assassinar raparigas adolescentes de Portland, Archie é convidado a voltar ao activo e a liderar a equipa que vai investigar os crimes recentes.

A nova investigação dará início a um jogo mortal entre Archie, o novo assassino e... Gretchen Lowell.

"(...) Esqueça tudo o que pensa que sabe sobre os monótonos
serial killers dos romances que leu. Este é inimitável."
Booklist

Para quem já me conhece através das minhas leituras, talvez saiba que não sou fã de policiais. Porquê? Acho que tem a ver com o tipo de linguagem que é utilizado nessa narrativa. Ou talvez ainda não tenha encontrado um policial que me marque como quero.
De qualquer maneira, este thriller policial deixou-me curioso depois de ler algumas críticas.

De facto, superou as minhas expectativas. Adorei, delirei com as personagens! No entanto, como livro tem várias coisas para referir.

Em primeiro lugar, Gretchen Lowell e Archie Sheridan. Gretchen é uma das melhores personagens que já li. Uma serial killer atractiva, bela, mas perigosa, viciante, absorvente. É, de longe, o melhor neste livro. Archie é o detective que foi torturado por ela e acaba por ser um anti-herói na trama, mas que nos fascina perante a sua luta, os seus vícios, a sua repentina perspicácia.
Mas o livro atinge o auge quando vemos em acção a dupla Gretchen-Archie, quando os dois estão juntos o livro torna-se absolutamente genial. A sua relação é perturbante, contagiante, e faz-nos querer seguir atentamente.

E a partir daí começam os problemas. Porque fora as memórias desse dez terríveis dias, fora os encontros entre os dois, fora Gretchen, o livro passa a menos interessante. Sinceramente, se tirarmos essa inovadora, brilhante dupla, o livro não me parece ter o mais empolgante dos enredos. Parece-me, em parte, um policial banal, alguns assassinatos e um homicida por descobrir. Uma equipa liderada por um chefe que trava a luta da sua vida, isso sim empolgante. E uma jornalista que segue atentamente e demasiado perto a investigação. Gretchen é constantemente uma sombra, uma deusa omnipresente, e isso dá ao livro um ar muito mais genial.

Porém, fiquei com bastante pena de Gretchen-Archie serem apresentados juntos poucas vezes. Fora as cenas desta dupla, a obra perde o brilho! Tive realmente pena que Gretchen não participasse activamente na investigação, deixando apenas alguns farrapos entre as cenas e um pouco do auge nas últimas páginas (estas bastante, bastante excitantes!!). Finalmente, deve-se dar alguma atenção à maneira como a autora conseguiu interligar todos os elementos no final, empacotar o enredo e as personagens.
Gostei muito de ler, um bom thriller policial, sem dúvida, e que me conseguiu impressionar. Contudo, soube-me um pouco a uma introdução à série que a autora está decidida em escrever. Excedeu as minhas expectativas, mas Cain poderia ter dado muito mais a este livro! Muito mais! Os primeiros passos estão dados, Chelsea Cain criou duas das personagens mais fascinantes que já li, mas o livro parece simplesmente iniciar o que poderá ser uma excelente série. Por isso, as expectativas que tinha com este livro passam obrigatoriamente para o próximo da série, aliás duplicam, esperemos que com mais realce para a participação de Gretchen num enredo policial que não pára aqui.



P.S.: fiquei com BASTANTE curiosidade em ler "O Silêncio dos Inocentes", já que Gretchen Lowell parece rivalizar Hannibal Lecter ;)

14 comentários:

Maria Manuel disse...

Por acaso este é um dos livros que gostava de adquirir muito recentemente. parece-me bastante interessante e empolgante... e para quem gosta de policiais....

the-door-to-my-imaginarium disse...

Fiquei curiosa ;)

Lili disse...

Adorei seu comentário Pedro. E vc conseguiu escrever justamente o que senti no livro...Queria muito mais Gretchen e Archie na história. Vamos esperar para o próximo livro, quem sabe... ;)

flicka disse...

Ena, Pedro, o teu comentário fez-me suscitar a curiosidade em relação ao livro, principalmente a Gretchen Lowell, mas confesso que não sou uma apreciadora de histórias com serial killer.

P.S. - já reparei que estás a ler "desencontros virtuais", fico a aguardar a tua opinião... espero que gostes! :)

Migalhas disse...

Ena, já leste? Está-me debaixo de olho, mas antes de ler a tua opinião, ainda não o tinha colocado oficialmente na "wishlist"... é que vai já para lá! Gostei de te ler :)

Estefânia disse...

Bem...grande comentário!!!!
Fiquei curiosa....
Já li "o silêncio dos inocentes" é muito bom!!!Recomendo.

P.s - Já tenho no meu blog a opinião ao livro "O jogo do anjo".

Homem do Leme disse...

Pedro,

quem visita o meu espaço sabe que adoro policiais. Este livro tem des+ertado a minha curiosidade e penso seriamente que em breve irá para a lista de "Livros a Comprar". Será que o meu "adorável" Hannibal Lecter arranjou dupla à altura? ...

Pedro disse...

Maria Manuel,
Se gostas de policiais, sinceramente acho que irás adorar este livro ;)

The-door-to-my-imaginarium,
é caso para isso! O livro por enquanto poderá suscitar curiosidade, mas quando o começamos a ler percebemos que vai para além disso!

Lili,
espero que cá em Portugal editem o próximo volume, de preferência em breve hehe. Ler as últimas páginas fez-me querer mais!!! Fiquei cativado por Gretchen e Archie, poucas duplas batem esta relação!

Flicka,
se este livro vale a pena ler, é mesmo pela Gretchen. Talvez vás gostar, esta não é uma serial killer qualquer e na verdade não a vemos propriamente em acção... Mas acho que ninguém vai querer perder delirar com essa personagem!
Quanto ao "Desencontros Virtuais", até já estou a acabar! =D Estou a gostar bastante mesmo.

Migalhas,
Espero então que gostes ;) Como policial, não foi excepcional, não me cativou totalmente, mas conhecer Gretchen Lowell e Archie Sheridan foi das melhores experiências!

Estefânia,
acho que vou ler "O Silêncio dos Inocentes", depois de ler este fiquei com uma curiosidade terrível de ler essa obra...
Quanto a "O Jogo do Anjo", é uma das prioridades! Espero ler em breve...

Homem do Leme,
Sendo tu amante de policiais, este livro TEM de ser lido. Como não sou apreciador deste género, não te posso dizer se é bom ou não, como policial confesso que achei pouco excitante... Mas, sinceramente, acho que vais delirar com Gretchen e com Archie! Não li ainda a série de Hannibal Lecter, mas a verdade é que ADOREI Gretchen Lowell. Talvez seja uma boa aposta. Estou ansioso por continuar a ler esta série!

Um grande abraço

Paula disse...

Bastante interessante!Gostei do comentário.

Canochinha disse...

Hum... Já sabes que sou um pouco reticente com os policiais, portanto em pirncípio não devo comprar. Mas fica como referência futura!

Clara disse...

Pedro, já aguçaste a minha curiosidade!!

Beijinhos

Nocturna disse...

Obrigado Pedro,
Já tinha ouvido falar deste livro, mas depois dos teus comentários entra já a seguir. Ainda hoje irei a uma livraria busca-lo.
Não tenho dúvidas de que vou gostar, pois normalmente estou de acordo com as as ruas sugestões.
Muito obrigada por isso.
Um abraço
Nocturna

anaaaatchim! disse...

Bem.... O Pedro a ler um policial... deve ter caído um santo do altar!! =)

Gostei muito da tua apreciação!! Vou já colocar este título na minha wishlist ;)

Pedro disse...

Paula,
espero que gostes então da leitura também ;)

Canochinha,
se não me tivessem enviado este, certamente não seria lido... Mas tenho de confessar que fiquei com vontade de conhecer mais serial killers! =) Hannibel Lecter está na lista.

Nocturna,
como já comentaste noutro poste, gostaste, e ainda bem! =D Obrigado pela confiança!

Anaaaatchim,
não foi bem o santo, mas sem dúvida o livro caiu dos céus!
Acho que vais gostar, já que gostas bastante de policiais ;)

Um grande abraço

Quem também lê