quarta-feira, 17 de junho de 2009

Tom Hanks volta a ser Robert Langdom


http://www.youtube.com/watch?v=ASVeN-58HKk

Antes de mais, é preciso notar uma coisa: Anjos e Demónios é um dos meus livros preferidos de sempre. Não estou, portanto, à espera que o filme me proporcione todo o delírio que a leitura me deu...

No entanto, a minha ânsia em ver o filme, e a esperança que fosse bem melhor do que O Código Da Vinci, não foi em vão.

Estava na sala de cinema a ver o filme e estava totalmente vidrado. Parabéns a todos, esta é uma adaptação digna de se ver e atinge altos escalões!

Quanto aos actores, não tenho nada a dizer. Para mim, são boas escolhas, e não adquirem particular atenção. Até Ewan McGregor, que é um dos meus actores preferidos, não está nem mais nem menos do que se espera.

O enredo é altamente viciante e imparável. Aliás, acho que isso é o único ponto que será menos favorável: a acção é tão rápida, os acontecimentos tão repentinos, que os grandes climax acabam por passar demasiado depressa... Eu, por exemplo, achei que o momento que em conhecemos o inimigo passou demasiado depressa, só quem já leu o livro consegue focar essa cena.

Os efeitos especiais estão estonteantes.
A grande cena perto do fim (envolve uma explosão... *assobio*) é extraordinária. Está brutal!!!
E viajamos por toda a Roma e todo o Vaticano... É espectacular como conseguiram recriar todos os locais! Foi como se os visitasse (e confesso que fiquei com vontade de lá ir).

Está fiel à obra literária... Embora haja várias modificações que alteram, a meu ver, o simbolismo de algumas coisas. No entanto, passa. Tudo o que mudaram consegue passar despercebido.

Resumindo, um filme bem feito, e bem conseguido na minha opinião.

Só que, se já leu o livro, nunca vai gostar tanto do filme como se nunca o tivesse lido... Este é daqueles casos em que estamos perante um excelente entretenimento, mas cuja leitura acaba por condicionar um bocadinho a nossa admiração.
(e mesmo assim, durante o filme sentir um pouco do frenesi que senti com o livro, pelo que para mim não podia estar melhor!!!)

15 comentários:

Moura Aveirense disse...

Eu gostei imenso do livro "Anjos e Demónios" (se calhar ainda mais que do "Código Da Vinci"), logo estou com muita vontade de ver o filme! Obrigada pelas impressões.

Um bom dia, Moura Aveirense

Pedro disse...

Definitivamente, eu ADOREI o livro, muuuito mais do que "O Código Da Vinci".

O filme não vai ser melhor nem tão bom. É impossível atingir os altos níveis do livro... Mas acho que, de qualquer das maneiras, vais ficar surpreendida ;) Eu gostei imenso de ver o filme, está bom sim senhora!

anaaaatchim! disse...

É um filme que definitivamente vale a pena. Principalmente se nos conseguirmos "separar" da leitura do livro. É um bom filme de acção e suspense =)

As comparações que fiz com o livro seriam nevitáveis, mas unitariamente cada um deles é muito bom =) Como um todo é que não funcionam muito bem =)

Ana disse...

Surpresa!!!...passa pelo meu blog!

Bjs!!

Beαtriz disse...

Ohh, ainda não vi o filme, mas amei o livro ! (suspiro)

Tita disse...

Ainda não vi o filme, mas irei ver pois gostei bastante do livro =)

Pedro disse...

Anaaaatchim,
se conseguirmos separar o filme do livro... Então é mesmo um dos melhores filmes que poderão ver!
O problema é que muita gente não consegue, o que acaba por desiludir =/ Pessoalmente, consegui separar os dois, pelo que gostei imenso do filme! ^^
Para mim, as diferenças foram ultrapassadas ;) Até desculpei (sim, contra o que pensava, desculpei) o desaparecimento do Kohler...

Ana,
obrigado =O Os teus selos são sempre um grande carinho *.*

Beatriz,
também amei o livro, e digo-te então: não vás com expectativas elevadas nem com o livro na cabeça ;)

Tita,
subscrevo o que disse à Beatriz, porque acho que o filme vale mesmo a pena! ;D

Um grande abraço

Homem do Leme disse...

Olá Pedro,

confesso que O Código da Vinci, em filme, foi uma grande desilusão pelo que não arrisquei ir ver este.

Aproveito para te dizer que tens um selo à tua espera no meu blogue.

Migalhas disse...

Olha, estou em sintonia com a Homem do Leme. "O Código Da Vinci" em filme foi uma enorme desilusão.
Sinceramente, não me senti tentada a ir ver este filme no cinema, se bem que já li o livro há muiiiitoooo tempo, o que talvez me permita ter o tal distanciamento em relação ao livro para apreciar o filme.
Como sempre, é uma maravilha ler as tuas opiniões ;)

Lena Almeida disse...

"O Código Da Vinci" em filme foi uma grande desilusão, concordo.
Mas como gostei imenso do livro"Anjos e Demónios" estou curiosa de ver o filme e fazer a devida "separação".
Bom Fim de Semana!

Francisco Norega disse...

Aqui neste post vou ter de discordar contigo xD O filme é um excelente filme, sim, mas uma excelente "adaptação"? Que treta, modificaram tudo e mais alguma coisa xD
Não quero com isto dizer que não gostei do filme, muito pelo contrário, mas não tem nada a ver com o livro!

Francisco Norega disse...

Abraço ;)

Pedro disse...

Homem do Leme,
eu também não achei "O Código Da Vinci" especial, mas prometo que este é, de longe, bem melhor!
Obrigado pelo selo! ^^

Migalhas,
volto também a dizer o mesmo: bem sei que o medo de ser como "O Código Da Vinci" foi é grande, mas juro que este filme é mesmo bem melhor! E, e já leste o livro há algum tempo (eu também já o li vai algum...), acho que vais gostar na mesma ;) Obrigado pelo elogio =)

Lena Almeida,
vais ver que vale a pena. Comparado com "O Código Da Vinci", este filme é de qualidade muito, mesmo muito superior!

Francisco Norega,
é verdade que mudaram várias coisas, mas eu acho que passa xD
De facto, aqui discordamos, porque é verdade que mudaram vários elementos, mas não foi por isso que achei que estivesse muito diferente do livro... Pelo contrário, achei que conseguiu manter o mesmo impacto.

Um grande abraço

Francisco Norega disse...

São opiniões :P Eu, no entanto, acho que mudou muita coisa. A parte do CERN praticamente desapareceu, e a trama desvendada no final (aquela história da paternidade e da inseminação artificial...) não está presente no filme. Acho que isso tira muito ao filme.

O que não tira qualidade ao filme enquanto filme, reforço, apenas retira ao filme como adaptação ;P

Pedro disse...

Francisco, precisamente, pode retirar ao filme como adaptação, mas enquanto filme acho que está muito bem conseguido! ^^

Quem também lê