domingo, 15 de fevereiro de 2009

No Dia dos Namorados...


Qual o melhor livro para oferecer?

Quanto a mim, é difícil de escolher... Um "Como Água para Chocolate" parece mostrar a sensualidade do romance, um "Expiação" a força do amor, um "Crepúsculo" para a paixão adolescente... Quem sabe, uma "A Letra Escarlate" pelo sacrifício? Um romance de Júlio Dinis recheado de paisagens e casais apaixonados?
Ou talvez prefiram um livro sem estes casalinhos, uma outra história qualquer.

Digam, qual é o melhor livro para o S. Valentim apontar a sua seta?

29 comentários:

bauny disse...

Boa pergunta Pedro!! ...para não ir para os classicos, e dos livros mais recentes que li, talvez 'A Vida num Sopro' pelo romance puro e pelas voltas que a vida pode dar...

Cristina Bernardes disse...

Posso deixar aqui duas sugestões...
Romance em Amsterdão de Tiago Rebelo
Zahir de Paulo Coelho

Paula disse...

Interessante iniciativa a tua...

"Amor em Tempos de Cólera" e deixo aqui um pouco do que trata a história (espero que não te importes)

Amor nos Tempos de Cólera de Gabriel García Márquez, mostra-nos até onde o ser humano é capaz de amar e que obstáculos é capaz de superar para conquistar aquele que ama.
Demonstra que não há idade certa para este nobre sentimento. Em qualquer idade pode-se amar apaixonada e loucamente.
Para mim um romance de eleição de Gabriel García Márquez.

Ana Carolina disse...

O melhor livro seria um livro escrito pela pessoa que o entrega. Por muito mau que possa ser, teria outro significado.

Acho o dia dos namorados uma treta, mas mesmo assim, acho que, assim como há o dia dos namorados, também podia haver o dia dos solteiros.

Pedro disse...

Bauny,
esse é, de facto, um bom romance. Um fim arrebatador, triste mas bom na mesma. =) No entanto, se fosse a escolher um livro de JRS, acho que escolheria "A Filha do Capitão" para a ocasião ;) Espero que um dia leias e então saberás que, de facto, "A Filha do Capitão" é ainda melhor!

Cristina Bernardes,
Boas sugestões ;) Nunca li nada de Tiago Rebelo, mas sei pelas opiniões que tenho lido que tem livro bastante bons no que toca ao amor! Quanto a Paulo Coelho, li "O Alquimista" e gostei, embora não me tenha marcado tanto quanto gostava. No entanto, sem dúvida a maneira como reflecte é boa para a ocasião ;)

Paula,
Tenho cá em casa por ler! A ver vamos se será em breve ou não...

Ana Carolina,
isso sim seria o melhor livro =)
Quanto ao Dia dos Namorados, é uma efeméride... Sim, também devia haver um dia de folga como o dia dos solteiros! xD Por um dia não haveria namorados, apenas pessoas com as suas aventuras de solteiros *assobio*

Um grande abraço

Daniel Silva disse...

Quando já lemos tantos livros, torna-se difícil apontar um ou dois ;)

Mas diferentes histórias de amor podiam ser Alexis de Marguerite Yourcenar (uma carta de despedida e de um amor diferente), ou "Memórias de Adriano" também da mesma autora e também amores diferentes, se é que se pode dizer assim.

Daria ainda uma outra diferente sugestão dos clássicos de amor e romance: o pequeno conto "O Príncipe Feliz", de Oscarl Wilde. Isso é uma verdadeira historia de amor. Não amor carnal, mas Amor.

Tudo isto talvez fuja algo romantico e rosa do Dia dos namorados mas pronto, é diferente ;)

Borboleta disse...

Hmm, sinceramente não sei... Mas daqueles que mencionaste, talvez o livro "Expiação"! Mas eu sou um pouco suspeita, adquiri recentemente a banda sonora do filme e ando fascinada a ouvi-la por tudo quanto é lado. ;) Já agora, tens um prémio no meu blog. Beijinho*

Iceman disse...

Olá Pedro.

Olha, sugeria dois livros:

"Cartas de Amor de Gente Famosa" de Isabel da Nóbrega

e

"Cyrano du Bergerac" de Edmond Rostand

Beαtriz disse...

O "Crepúsculo" sem sombra para dúvidas. ('.')

Butterfly disse...

Pedro, eu oferecia "O amor nos tempos de cólera" do García Márquez ! Uma ode ao amor incondicional, total, eterno, persistente, que não tem idade nem espaço físico ! ;)

Dps passa pelo meu Blog ... tens lá um prémio para ti ! ;)

Bjinhos

Marcelina Gama disse...

Uma obra que me surpreendeu por causa do autor que era... "Diário da nossa paixão" - Nicholas Sparks.

Um verdadeiro amor.

Cristina disse...

A filha do Capitão, do JRS.

Os motivos de interesse são históricos e amorosos. É um verdadeiro 2 em 1.

Mónica disse...

Talvez uma onda mais humurística:
"Os diários de Adão e Eva (e outras histórias)" :D

Paula disse...

Prémio Dardos para ti no meu blog.
:)
bjs

flicka disse...

Tens o prémio dardos que atribuí ao teu blog que é todo e verdadeiramente merecido!

:)*

anaaaatchim! disse...

Pedro, para mim o livro perfeito teria sido o Ultimo Oráculo, mas só porque é o livro que quer no momento, hehehehe!! Penso que não deixa de ser uma escolha válida ;)

Equilibrista disse...

Bem Pedro...
Finalmente saí do meu estado de hibernação...
Eu não tinha muito por hábito ler... apesar de neste momento estar a tentar começar a ganhar o gosto, e confesso que este blog ajuda imenso a aguçar o apetite! =p
Apesar de dizeres que este blog é pensado para quem vê nos livros uma paixão incansável, eu diria que este blog também é muito bom para quem pretende ganhar um gostinho especial pelos livros!
Admiro a forma como os devoras =)
Apesar de já terem passado uns diazinhos, e no meu pequeno role de livros lidos, eu para o dia dos namorados apostaria em "Um momento inesquecivel" de Nicholas Sparks".

**

manzas disse...

Entrar aqui, na tamanha beleza
Numa pagina que fermenta Harmonia…
É sonhar acordado e voar na leveza
De poetizar tudo… porque tudo é poesia

Uma semana de paz e alegria…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Pedro disse...

Daniel Silva,
de facto, é difícil escolher um romance no meio de tantos!
Na minha opinião, os teus conselhos não fogem ao conceito deste dia. =) Não é preciso apontar um livro com um casal amoroso, um ambiente cor-de-rosa ou páginas de suspense até que, no fim, o amor prevalece. Trata-se também da busca de qualquer valor. "O Príncipe Feliz" de Oscar Wilde é, como bem dizes, uma excelente história de Amor, e acho que te lembraste de um excelente conto ;)
Quanto a Marguerite Yourcenar, li "Memórias de Adriano" e, infelizmente, foi um sofrimento. Por isso, acho que nunca aconselharia o livro, e muito menos pegarei noutro dela.

Borboleta,
tenho pena de não ter visto o filme... =( O romance ainda hoje me marca!

Já agora, lembrei-me agora de títulos como "Pássaros Feridos" ou "P.S.: Amo-te".

Iceman,
conheço ambos vagamente... Vindas de ti, são sugestões a tomar seriamente!

Beatriz,
=DD Nem é preciso comentar, pois não? =DD

Butterfly,
engraçado, pelos vistos não és a única a aconselhar Gabriel Garcia Márquez... Parece que vou ter mesmo de ler o livro!

Marcelina Gama,
Pois, até parecia mal não aconselhar algum romance do apaixonado Nicholas Sparks! ;) Já ando com os seus livros debaixo de olho... *assobio*

Cristina,
sem dúvida, um bom romance histórico e um excelente romance de duas personagens apaixonadas. Boa escolha, também concordo contigo ;)

Mónica,
um livro que adorava ler! =) Esperemos que um dia lhe pegue.

Paula,
obrigado! Vou tentar reclamá-lo hoje...

Flicka,
muito obrigado =)

Anaaaatchim,
então não há-de ser? =DD Nada melhor para oferecer do que o livro que a cara metade quer mesmo! x)

Equilibrista,
Ainda bem que começas a ganhar o gosto ;) Embora haja quem os devore muito mais depressa do que eu, sinto-me orgulhoso ao saber que suscito essa vontade! Obrigado.
Quanto ao livro, parece-me dos melhores do autor.

Manzas,
obrigado pelo elogio tão poético! Paz na tua vida também =)

Um grande abraço

JPD disse...

Há imenso por onde escolher.
Que a escolha se faça a dois, evidentemente, já que o Valentine é para celebrar.
Um abraço

Sophie disse...

O "Diário da Nossa Paixão" de Nicholas Sparks. Muito simples mas li-o á muito tempo e continuo a achá-lo um livro muito romântico.

Borboleta disse...

Um qualquer livro da Nora Roberts ou do Nicholas Sparks !!!

Maria Eugenia Ponte disse...

Pedro, bom dia!
Sou a autora de "Desencontros Virtuais" que a nossa amiga Tanea comentou no blogue dela.
Vi que ficou curioso com o livro, se quizer contactar-me para o meu endereço de e-mail (eugeniaponte@hotmail.com) terei todo o prazer em enviar-lhe um exemplar com uma dedicatória personalizada, se assim o desejar.
Obrigada!
Gena

Pedro disse...

JPD,
qualquer um que ambos apreciem será ideal, não é? =)

Sophie,
como já disse por aqui, Nicholas Sparks é um autor que me falta explorar, e não sem interesse! Obrigado pelo reforço da sugestão, será de certeza um autor a ter em conta muito em breve!

Borboleta,
enfim, acho que Nicholas Sparks já é opinião geral... Quanto a Nora Roberts, houve uma altura em que estava interessado mas perdi o entusiasmo. Não porque pense que não gostaria, acredito que seria uma boa leitura, mas tenho medo de não gostar da sua simplicidade e feminismo... Apenas me pergunto se é o meu género!

Maria Eugénia Ponte,
como poderá ler pelo e-mail que lhe envio, sinto-me honrado pela sua atenção e disponibilizar um exemplar seria extraordinário!

Um grande abraço

Pedro disse...

Ainda referente ao Dia dos Namorados, espreitem estes sítios:

http://www.museupresenca.blogspot.com/
http://www.presenca.pt/museupresenca/

CC disse...

Bem, sei que venho um pouco atrasada, mas... Eu ofereceria "Jane Eyre", de Charlotte Brontë ou "O Monte dos Vendavais", de Emily Brontë (que são obras-primas e que são livros que têm muito mais do que "apenas" uma história de amor, mas cuja história de amor é fortíssima e lindíssima). Também poderia ser um livro de Jane Austen, talvez "Orgulho e Preconceito" (e sobre esta escritora poderia dizer o mesmo que disse em cima).
Ofereceria também "Romeu e Julieta" ou mesmo "Otelo" (se bem que aí a história de amor está misturada com o ciúme, etc...), de Shakespeare. E poderia oferecer também "Amor de Perdição", do "nosso" Camilo Castelo Branco.

Quanto a livros mais recentes, também poderia escolher alguns: Juliet Marillier, por exemplo "Danças na Floresta" e "O Segredo de Cibele". Ou o "Crepúsculo", como alguns de vocês referiram.

Cidchen disse...

Hum, é difícil para mim, pois não conheço assim tantos livros como tu, mas daqueles que eu já li na minha vida, aconselhava o "Casei com um Massai" da Corinne Hofmann.
É um relato da própria história da autora que durante uma viagem com o noivo a África se apaixona por um Massai, até que ela decidi acabar com o casameto, não voltar mais para a Suíça, deixar o seu atelier de Moda em stand-by, com o objectivo de conquistar aquele Massai. E não é que ela consegue mesmo? Eles casam-se, tiveram uma menina em conjunto... mas à conta das diferentes culturas, acabam por se separarem-se. Mas para mim, é um acto de amor deixar tudo para ir à luta de uma paixão! ;) Beijo

katy disse...

Sem dúvida 'A Ilha da Mão Esquerda', de Alexandre Jardin. É o meu livro favorito..faz do verdadeiro amor utópico, um amor verdadeiro! Lindo!!

Pedro disse...

CC,
Quero muito, muito, muito ler ambos os livros (Jane Eyre e O Monte dos Vendavais)!!!
Quanto a Jane Austen, aguardo o dia em que me sinta para aí virado, e Shakespeare tenho aqui a obra completa =D

Cidchen,
é um livro pouco conhecido... mas que é ainda assim das histórias mais reais que por aqui se disse =) Gostei!

Katy,
não conhecia, fiquei muito agradado pela sugestão!

Um grande abraço

Quem também lê