sábado, 24 de janeiro de 2009

Filme de Benjamin Button



Decidi não postar o trailer porque tem demasiados spoilers e fala de praticamente todo o filme, e não quero que fiquem a conhecer as duas horas de filme (aproximadamente) em 3 minutos.

Como sabem, li primeiro o livro e adorei. Fiquei bastante bem impressionado.

O filme... Ora, mal começa o filme fico chocado: É COMPLETAMENTE DIFERENTE DO LIVRO. A sério, não se iludam, o filme não tem nada mas nada a ver com o livro! São histórias completamente diferentes, personagens completamente diferentes, tudo completamente diferente! A única, única coisa em comum é que tem uma personagem chamada Benjamin Button, que nasce velho e à medida que os anos passam rejuvenesce. Tudo o que pensarem e se afaste destas palavras (nem que seja a alteração de uma única palavra) é mentira, porque o filme é mesmo completamente diferente do que Fitzgerald escreveu! É uma história em nada parecida!!!

Com isto, quero dizer que vi um filme com choque, pois não esperava tamanha disparidade.

Entretanto, não li ainda nenhuma opinião negativa do filme! Nem um ponto fraco sequer! E a verdade é que durante toda a sessão pensava para mim mesmo: "Estou a gostar?". Como podem ver, não posso dizer que me tenha apaixonado imediatamente pelo filme.
Mesmo quando acabou, fiquei com a sensação que havia alguma coisa a faltar, que o filme tinha sido demasiado longo e demasiado lento. "Gostei?", repetia demasiadas vezes.

A verdade é que, dois dias depois de ter visto o filme, penso que afinal gostei mais do que ao princípio. Este foi daqueles casos "Primeiro estranha-se, depois entranha-se". Terei de ver o filme mais uma vez para confirmar estas suspeitas.
Portanto, cada vez que penso no filme, mais interiorizo que afinal gostei imenso. Mas quando o vi senti que faltava alguma coisa: pareceu que demorou a começar, que foi demasiado lento e demasiado longo, que apenas a dupla Brad Pitt-Cate Blanchett davam o brilho que o filme tem. Só na última hora do filme viu-se o que realmente ele é, nessa segunda parte viu-se a obra prima que consegue ser.

Ao contrário do livro, que insere Benjamin Button numa sociedade que tenta ao máximo ocultar a aparência, o filme aposta mais na vertente mais bela, a da vida, tão efémera como ela é. É muito belo mesmo. Benjamin encontra-se com uma série de personagens e nós vamos percorrendo a sua vida, até que nos damos conta de que ela é curta e sentimo-nos inspirados para sair da sala e viver intensamente.

O filme está muito bonito, Brad Pitt e Cate Blanchett (que eu adoro) estão em grandes papéis. O filme está inspirador, está belo, tem uma excelente lição de vida e um desenvolvimento "curioso" como é Benjamin Button. É, em tudo, um filme a ver e a rever. No entanto, o contrário de tanta gente, eu fiquei com o pé atrás e senti que não deu o seu melhor (o seu melhor do melhor, aliás). Ainda estou a tentar esquecer a formidável diferença do livro para o filme, ainda estou a descobrir pela memória a beleza que o filme nos dá. Estou a apaixonar-me, mas não foi amor à primeira vista, infelizmente.

É um bom filme, muito bom, mas creio que não é a obra-prima que fazem querer ver. Teria as expectativas demasiado altas? Não sei... Apenas que senti que faltava algo, que afinal não foi assim TÃO arrebatador, e que preciso de algum tempo para saborear o filme como deve ser. Ainda a entranhar...

17 comentários:

Livros em 2ª Mão disse...

Vi o filme ontem, depois de 3 anos de ausência nas salas de cinema. :) E gostei bastante da história, embora não possa traçar comparações com o livro, pois ainda não o li. Dito isto, acrescento que não tinha muitas expectativas, pois apesar de saber a história por alto, não quis saber grandes pormenores, portanto quase tudo foi uma surpresa. Gostei da história, gostei da perspectiva fora do comum, gostei das partes mais dramáticas entrelaçadas com momentos engraçados. No entanto, não consigo perceber como Brad Pitt está nomeado para melhor actor, pois na minha opinião, o seu desempenho depende em grande parte da caracterização, que essa sim, está excelente! Não é menosprezar o trabalho do actor, mas sabendo dessa nomeação, estava sempre à espera de algo mais.

Iceman disse...

Por acaso estou com uma grande curiosidade em relação a este filme.

Gostei da tua opinião!

carla disse...

Uma amiga minha foi ver o filme e tem uma opinião parecida com a tua.
Quer rever o filme, como não gostou da 1ª parte quer ver o que foi que lhe "escapou",no entanto adorou a 2ª.
Também gostou bastante do casal Pitt-Blanchett... "um casal que gostariamos de conhecer" foi o que disse.

A minha amiga não leu o livro, partiu directamento para o filme... eu agora tou é curiosa para ir ver :)

Menphis disse...

Lento e a faltar um bocadinho assim para ser uma obra-prima são as opiniões que mais tenho ouvido/lido sobre este filme.

Sofia disse...

Olá Pedro :)
Estou muito curiosa em relação a este filme, especialmente pelos pormenores de caracterização. Já o vi o trailer, e se for como dizes, parece-me que já vi quase tudo! De qualquer forma, obrigado pelo alerta quanto ao livro ;)

Já agora, aproveito para te dizer que gosto muito do novo look do teu blog.

:D

Tita disse...

Tenho vontade de ver este filme, vi o trailer e gostei, além de q tem o Brad Pitt *suspiro*

t i a g o . disse...

Segui o teu conselho de ler o livro e fi-lo ontem, em meia hora, numa FNAC próxima. Podes ler a crítica no meu blog. ;)

Quem sabe, agora, também vá ver o filme... ou talvez não...

abraço,
tiago/sapiens

Miss Alcor disse...

Acabei por não me decidir a ver o filme, e no entanto fiquei curiosa para ler o livro.
Não gosto de adaptações mal feitas. Ou aliás, não é que sejam mal feitas, mas sim interpretações demasiado livres acerca daquilo que o autor escreveu. Fico sempre desiludida quando é assim. Afinal, um livro é sempre um ideia que alguém desenvolveu. se alguém vai interpretar aquela ideia, já são desenvolvimentos em cima de desenvolvimentos, que muitas vezes acabam por confundir tudo.

Tita disse...

Pedro, tenho um prémio para ti no meu blog, passado com muita amizade e carinho. Passa por lá para o ires buscar ;)
Jokinhas

Clara disse...

Não li o livro, mas este filme é obrigatório. Eu sigo a regra de não ler o livro depois de ver o filme e vice-versa. É que, geralmente, resulta sempre uma grande desilusão.

Beijinhos

Pedro disse...

Livros em 2.ª mão,
confesso que Brad Pitt nunca foi, para mim, um actor de Óscar... <_< Mas pronto, lá dizem! A caracterização está um espanto!
Sabes, acho que grande parte do papel dele também não era deitar cá para fora tudo e mais alguma coisa... Ele até consegue caracterizar muito bem Benjamin Button como uma pessoa curiosa com a vida, algo tímida, aventureira, decidida. Não é uma luta interior, são mais as pessoas que convivem com ele que vão sendo confrontadas com as questões da vida ;)
A história está, realmente, muito boa... Mas continuo a achar que o filme demorou a arrancar... Um bom filme, mas faltou algo ali no meio.

Iceman,
o filme vale bem a pena ;) É belo, é interessante... Não me soube a pouco, nada disso! Todavia, falta algo no meio do filme, algo que não o torne não parado.

Carla,
tal como a tua amiga, também adorei a 2.ª parte, e já não tanto a 1.ª. No entanto, vale a pena ;) Vai ver, acho que não ficarás desiludida!

Menphis,
e essa é a minha opinião também =)

Sofia,
A caracterização está muito, muito boa! E, realmente, o trailer percorre o filme... Mas ainda ficarás surpreendida!
Obrigado Sofia pela apreciação! ^_^ Eu ainda estou para comentar o teu blogue... Prometo que será em breve!

Tita,
por acaso, o Brad Pitt não é um actor que me fascine muito =)
Quanto ao prémio, obrigado! Prometo que passo por lá...

Tiago,
Livro e filme valem a pena!
Vou já ler a crítica! =D

Miss Alcor,
Sabes, a adaptação não está mal feita... Porque simplesmente não tem nada a ver com o livro! Pergunto-me o que será melhor neste caso, ver o filme ou o livro primeiro...
Este é desses casos em que é DEMASIADO livre, tão livre que pouco ou nada tem a ver com o livro.
Mas continua a valer a pena ;)

Clara,
sabes, eu nem estou a fazer grandes comparações com o livro porque simplesmente é demasiado diferente!
O filme é muito bom. Falta apenas um pouco para o excelente... Mas quero mesmo voltar a ver!

Um grande abraço

Lili disse...

Fiquei curiosa quanto ao livro...
Eu adorei o filme, mas entendo seu ponto de vista.
Em relação ao filme temos algo que concordamos: Adoro também Cate Blanchett!! :)
Tanto Brad Pitt quanto ela se sairam muito bem no filme!
Abraço

Pedro disse...

Lili,
o livro também vale a pena! ;)
Foi um bom casal, sem dúvida (embora nunca tenha achado Brad Pitt actor para Óscar... Mas pronto...).

Anónimo disse...

Grande Filme!
Grande Actor!
Grande Livro (apesar das 76 páginas)!

Amigos os filmes não servem para fazer comparações com os livros, são 2 coisas distintas.

Parabéns pelo bloggue.

Tudo sobre livros me interessa, apesar da maioria dos livros de que falas me parecerem ser todos escritos por familiares da Margarida Rebelo Pinto (não é que tenha algum preconceito contra a MRP, de quem li o "SEI LÁ" creio que será este o título e creio que o seu 1º. livro, que achei, sinceramente, muito fraquinho, mas o que é certo é que continua a faturar, mas o Tony Carreira também vende bem (o seu 1º. livro). Até o Chalana vai escrever um livro.......

Seve

Manuela Caeiro disse...

O livro permite-nos sonhar... imaginar as personagens, recriar as peripécias com os pormenores da nossa imaginação... O filme apresenta-nos personagens que não são as mesmas... cenários que não têm nada a ver com a nossa leitura... é outra obra!
Nunca gosto dos filmes baseados em livros que já li... Acontece-me sempre!
Este, não li. Mas hei-de ler.
O filme, não tenho vontade de o rever... embora não tenha "desgostado"...

Anónimo disse...

Olá Amigos eu assisti a primeira parte do filme e sinceramente achei que ele está um pouco cansativo, hoje vou assistir a segunda parte para ver qual será a minha verdadeira opinião, eu estava realmente muito empolgada para assistir devido tantos comentários, mas a primeira parte do filme não achei algo que me prende-se. Volto outra hora para falar da segunda parte. Abraços.

Pedro disse...

Anónimo,
bem, nunca li MRP, e posso-te dizer que não tenciono ler.
Vais encontrar aqui alguns livros que te agradem, espero! ;) Obrigado pelo comentário!

Manuela Caeiro,
eu tenho de o rever, porque de facto custou-me a "entranhar"... garanto que livro e filme nada têm a ver um com o outro!

Anónimo,
a segunda parte é mais mexida ;)

Um grande abraço

Quem também lê